Toda empresa possui eventos econômicos e financeiros. O primeiro refere-se a obrigações ou direitos que já existem e são reconhecidos pela empresa, ainda que não tenham gerado movimentação financeira efetivamente. O segundo trata-se basicamente de todos os pagamentos e recebimentos ocorridos em nome da empresa, seja em espécie (dinheiro), no banco ou por algum dos sócios.

Mês de competência é o que chamamos aqui de evento econômico, ou seja, quando nasceu a obrigação do pagar ou o direito do receber.


Exemplo

Para entender pense na seguinte situação: imagine que você tenha comprado um computador no valor de R$ 4 mil para a sua empresa no mês de março, mas você fez essa compra parcelada em duas vezes, sendo a primeira à vista e a segunda para o mês seguinte (abril). Pois bem, neste caso, o mês de competência será sempre março, quando foi efetuada a compra (evento econômico). Mas essa negociação vai gerar dois lançamentos de R$ 2 mil cada (eventos financeiros), sendo o primeiro em março (no próprio mês de competência) e o segundo em abril, mas com mês de competência sendo março.


Selecionando o mês de competência no seu Fluxo de Caixa

Na funcionalidade do fluxo de caixa, você terá que indicar o mês de competência de cada lançamento, selecionando nos campos indicados na imagem abaixo:

Seguindo o nosso exemplo de cima, o lançamento da segunda parcela de R$ 2 mil do seu computador iria aparecer no extrato do mês de abril, porém você deveria indicar o mês de competência como sendo março.

Se tiver alguma dúvida, entre em contato com a nossa equipe!

Encontrou sua resposta?