Ao editar um lançamento e preencher os dados solicitados, você fornece todas as informações necessárias para que a contabilidade da sua empresa seja realizada de forma correta. Além disso, com todos os dados na plataforma, a sua organização financeira também é simplificada.

Lembrando que você precisa categorizar todos os lançamentos do seu extrato para que seja possível encerrar aquele determinado período e, assim, disponibilizar as informações para a contabilidade.

Veja como categorizar um lançamento:

1. Depois de importar o seu extrato bancário, escolha o lançamento que deseja colocar as informações. Clique em "Ver detalhes";

2. Agora, clique em "Categoria" e escolha a que mais se encaixa com aquela movimentação financeira;

3. Depois de preencher todas as informações solicitadas, clique em "Confirmar" para finalizar a categorização daquele lançamento.

Entenda o que representa as categorias para classificar corretamente:

- Adiantamento de cliente - Valores recebidos de clientes, mas que ainda não tiveram a NF emitida (Clique aqui para entender mais sobre emissão de NF).

- Recebimento de cliente - Valores recebidos de clientes que já tiveram a NF emitida. Informe o nº da NF e nº da parcela (se for o caso).

- Devolução - Valores devolvidos por clientes ou fornecedores. Detalhar sobre qual NF se refere e motivo da devolução.

- Adiantamento de fornecedor - Valores pagos a fornecedores, mas que ainda não emitiram NF contra a empresa.

- Transferências - Valores transferidos entre contas bancárias em nome da empresa.

- Aporte de sócio - Valores aportados por sócios na empresa referente a integralização de capital social ou para futuro aumento de capital social da empresa.

- Dividendos - Valores pagos a sócios com natureza de dividendos / retirada - não é natureza de pró-labore. Importante informar o nome do sócio (Clique aqui e saiba mais sobre dividendos).

- Mutuo com sócios - Movimentação de entrada ou saída de recursos entre a empresa e os sócios que não tem natureza de dividendos e de pró-labore.

- Empréstimo com terceiros - Empréstimos recebidos ou concedidos a terceiros que não sejam sócios da empresa.

- Imobilizado - Aquisição de bens que serão utilizados na operação / infraestrutura da empresa, com duração acima de um ano.

- Investimentos - Valores investidos em terceiros.

- Folha e pró-labore - Pagamento de salários, férias, 13º salários, pró-labore, benefícios (vale-refeição e vale-transporte). Detalhar o tipo.

- Encargos sobre a Folha - Pagamento de FGTS ou INSS ou IRRF sobre a folha.

- Impostos sobre faturamento - Pagamento de impostos calculados sobre o faturamento (Clique aqui e saiba mais sobre impostos e prazos).

- Impostos retidos de terceiros - Pagamentos de impostos retidos sobre serviços tomados. Atentar que o pagamento do serviço deve estar liquido da retenção.

- Aplicação financeira - Movimentação referente a aplicação financeira (aplicação, resgate, rendimento) de qualquer natureza.

  • Para saber todas as categorias disponíveis clique aqui!

Se quiser mais informações, acesse:

> Guia de Tutoriais do Módulo Finanças

Caso precise de alguma ajuda, estamos à disposição! 😀

Encontrou sua resposta?